sábado, 4 de julho de 2009

RETRATOS


Marcados, macabros são teus passos
Doloridos, doídos teus regaços
Fadados, roubados são teus laços
Queridos, feridos aos bagaços.

Teus lábios, um melaço
Tua magia, aos pedaços
Tua fuga, ao rechaço
Tua vida, nos meus braços

Tua pequenez nos abraços
Teu medo eu despacho
O nó eu desfaço

Se você não fizer, eu faço
Mas do meu jeito de palhaço
Se não der certo, eu repasso.


Crisjoli Fingal

Nenhum comentário:

Cora Coralina

Loading...