segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

PARABÉNS OLÍMPIO NORONHA

Parabéns Olímpio Noronha pelo seus 50 anos de emancipação política

01/03/1963 - 01/03/2013

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

SABOR AO LÍDIMO




Cai a seiva da pequena inocência
Cedendo lugar a mais pura cadência
Foi-se a pequenez do olhar
Surgiu à sutileza; a essência.

Mar por onde navegas meu infinito destino
Não tem mais de mim do que um pequeno peregrino

Nesta vida que passa... nesta vida que vem
Num ritmo que compassa, eu aprendi a dizer: Amém!
Sou grato por esta duradoura história
Que não me falha à memória, é também de alguém.

Fruto do meu ser: farta primavera
Deito minha aurora ao amanhecer
Outrora tardia eu ser o que era

Lacunas do meu íntimo
Nova manhã - a flor em verão
Perfuma a terra, sabor ao lídimo
Para mim, a eterna gratidão.


Crisjoli Fingal 

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

ACALANTO












Se me perguntas por tal impretérito

O que lhe posso responder: é um mistério.
Vão se aos ventos as sementes
Germinando com o tempo ao seu critério

Se há delongas neste pranto
Que fica a voz e saia o canto
Não se pode perder o encanto
Quando o silêncio vira espanto!

Se para acalmar, há o refrigério
Minhas mãos é teu acalanto. 

Crisjoli Fingal

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

TRIVIAL







Em tempo de coisas fugazes, a vida infelizmente cai na redoma do escárnio. Parece-nos que tudo corre naturalmente para a banalidade. Perder-se, esconder, mentir, a negação, o distanciamento, a rigidez e, pior de tudo, a mentira agregam para o trivial. 


Brincamos com a inocência dos pequenos, com a limitação dos fracos, com os sentimentos dos tristes e esquecemos que, em tudo isso somos tão limitados, pecadores, fracos, quanto aos outros. 

Ninguém passa desta natureza sem tornar-se pó; origem e sinal da mais pura humanidade. Tudo acaba! Em tempo, a Palavra, a Oração, a Fé, O Perdão e o silêncio nos ajudam a recomeçar. Façamos da vida a sua pura existência. Amemo-nos mais! 



Crisjoli Fingal 

Cora Coralina

Loading...