sexta-feira, 17 de julho de 2009

MEU ALFABETO

Perdi-me uma vez
Com as letras do alfabeto.
Fiquei desnorteado
Com a palavra Amor.
Na letra B
Ficou saudades
Do último Beijo
Se o C, não me identificasse
Por completo: CRISTIANO
Correria...
Deixei Dia-a-dia
A vida numa Dedução.
Mas, o D marcou profundamente...
Com um Doce amigo
Com a vogal E
Saiu Energia, Efervescência
Era Enigmático
O E foi e o E voltou
Mas, nenhum deles ficaram...
Acho que Errei...
Ainda bem que um deles
Foi verdadeiramente Elegante!
O F, ficou apenas Fantasiado
Agora,
Ganhei mais uma chance:
a de gerar o meu Hoje...


Crisjoli Fingal

quarta-feira, 8 de julho de 2009

DOZE MEDITAÇÕES
















Sonhar é fácil. Difícil é executar os sonhos!
Ter filhos é fácil. Difícil é educá-los no amor!
Conquistar amigos é fácil. Difícil é conservá-los!
Prometer é fácil. Difícil é cumprir!
Pedir é fácil. Difícil é agradecer!
Falar é fácil. Difícil é saber ouvir!
Receber é fácil. Difícil é saber doar!
Criticar é fácil. Difícil é fazer melhor!
Apontar os erros é fácil. Difícil é consertá-los!
Plantar é fácil. Difícil é ajudar a crescer!
Exigir é fácil. Difícil é ser fiel!
Orar é fácil. Difícil é cumprir os mandamentos de Deus!

Crisjoli Fingal

sábado, 4 de julho de 2009

RETRATOS


Marcados, macabros são teus passos
Doloridos, doídos teus regaços
Fadados, roubados são teus laços
Queridos, feridos aos bagaços.

Teus lábios, um melaço
Tua magia, aos pedaços
Tua fuga, ao rechaço
Tua vida, nos meus braços

Tua pequenez nos abraços
Teu medo eu despacho
O nó eu desfaço

Se você não fizer, eu faço
Mas do meu jeito de palhaço
Se não der certo, eu repasso.


Crisjoli Fingal

Cora Coralina

Loading...