quarta-feira, 1 de agosto de 2012

BONDADE



Pratico a palavra do tempo presente
Com o meu bom dia e muito obrigado
Apesar de ver por ai tanta gente
Que parece que só vê o mundo zangado

A gente aprende a driblar os problemas
Espelhando com aqueles que são bons
Construindo com a vida seus esquemas
Que às vezes nem escutamos seus sons.

Porém, existem tantos fracos por ai
Que pensam em articular e fazer o mal
Não conseguem abrir os lábios pra sorri
E seus olhos são tristes e o coração fatal
Para estes, a minha prece inicial.

 Crisjoli Fingal

3 comentários:

Graça Pereira disse...

Ai, como eu concordo tanto contigo!!
Beijo
Graça

Crisjoli Fingal disse...

Que bom Graça Pereira que minhas palavras têm sentido pra você. Abraços.

Denilson disse...

Crisjoli Fingal ,excelente! Quantos ainda não se desdobraram ao amuderecimento! Parabéns pelo bom gosto e pelo poema assaz verdadeiro!
Um abraço!

Cora Coralina

Loading...