quinta-feira, 18 de abril de 2013

ODE AO LIVRO



Entrastes em minha vida
Através de um pequeno “Barquinho Amarelo"
Lançastes-me em um oceano para navegar
em horizontes, aonde o céu é sempre belo.

Naveguei nas nuvens brancas
Construindo meus sonhos de criança.
Fiz aventuras em barcos de papel
Mergulhando no infinito do céu.

Fui ponte, fui passageiro, fui gente,
fui mensageiro nas rosas do vento
Andei por páginas da vida
e adquiri o conhecimento.
Rasguei papel quando não tinha o talento
e, sobretudo, achei em ti, paz e acalento.

Vós me fizestes homem
Em um mundo de desiguais
Hoje sou um simples homem
Um peregrino estudioso entre os mortais.

Crisjoli Fingal 

Nenhum comentário:

Cora Coralina

Loading...