terça-feira, 27 de janeiro de 2015



Se o céu fosse tão distante
Não seria possível tocar as estrelas.
Talvez, nem alcançasse a força do seu brilhar. 
É por isso que eu abraço a noite
E faço pedidos aos raios que na terra cai.
Na cadência que nunca se consome
O céu também é meu cais.


Crisjoli Fingal 

Nenhum comentário:

Cora Coralina

Loading...