sexta-feira, 13 de março de 2015

DEMÔNIOS

Os demônios de hoje não são chifrudos, orelhudos, rabudos... Não carregam grandes garfos e, muito menos, esquentam suas barrigas nos caldeirões ebulientes. Eles se vestem como nós, andam ao nosso lado, sentam-se nas mesmas mesas que nós, ou não. Sabem sorrir... Dominam muitas coisas, inclusive, nossas ideias. 

São demagogos. Escrevem e falam bonito. 
Oram, por vezes, melhor do que nós. 

Os demônios de hoje tiram nosso alimento, nossa humanidade. Espetam nossos direitos e cozinham em banho-maria o nosso tempo. Eles continuam demônios. Zombam de nós e acreditam em Deus. O que os difere, dos da antiguidade, não é o 'inferno', mas a astúcia como ludibriam o ser humano.
Cristiano Oliveira

Nenhum comentário:

Cora Coralina

Loading...