segunda-feira, 15 de junho de 2015

ORÁCULO


Os guardiões do silêncio
Já se vão repousar
Nos ninhos escondidos
Pelas florestas à beira-mar.
Talvez, a proteção e a cautela
Já estejam ameaçadas
Pelas destrezas mãos humanas.
E as vozes serão tocadas
Pelas mãos e pelas fivelas
E não haverá mais o calar.

Crisjoli Fingal

Nenhum comentário:

Cora Coralina

Loading...