sábado, 21 de janeiro de 2017

PRESSÁGIO




Pela tarde que agora chega
A palavra não envelhece.
A passagem que ora achega
Nas leituras que já esquece.
O que se lê é um adágio
Sem pressa de onde esteja.
Aos passos; o presságio:
A última gota ainda goteja.
É o fim da tempestade
Que oxalá nos proteja!
De qualquer coisa!
De qualquer coisa que seja!

Crisjoli Fingal 


Nenhum comentário:

Cora Coralina

Loading...