sábado, 18 de fevereiro de 2017

MIRAGEM





Eu fugi do meu passado
Construindo vãs passagens
Agora do avesso está o meu lado
E vivo perdido nessas miragens

Fui a pé, até o ponto de partida
Mesmo cansado, não neguei a voz
Os olhos choraram sem medida
E a solidão me deixou a sós.

Não tive medo de atravessar sozinho
Cheguei aqui, pensando ser o fim
Desde quando deixei o meu ninho
Venho caminhando e vivendo assim...

Crisjoli Fingal 

Nenhum comentário:

Cora Coralina

Loading...