terça-feira, 20 de dezembro de 2011

TOQUES NATALINOS

2. Rosto humano de Deus – No outro, a face de Deus

No Menino Jesus, Deus manifesta o seu rosto humano. Ele esta no meio de Nós. Emanuel, Deus Conosco!
O rosto de Deus só pode ser contemplado na pessoa da sua mais bela criação - os homens. Ninguém consegue ver a Deus se não consegue ver o rosto do outro. A celebração do Natal nos remete a um tempo forte e de grande expectativa. Para muitos a mesa farta, com comidas, bebida, festas e alegria resume toda a essência do natal. Mas, não é tudo isso. Natal é tempo de desprendimento, de partilha, silêncio e oração.

Desprendimento de tudo que é supérfluo; Partilha para com aqueles que pouco tem ou nada tem; Silêncio, para escutar o som da noite iluminada, que anuncia “Glória a Deus no mais dos céus e na terra paz aos homens” (Lc 2, 14) e a Oração para comungarem do espírito de fé que une a todos nós, em uma celebração de vida, de doação e agradecimento. Deus se faz humilde na simplicidade da manjedoura pra que todos nós possamos se assemelhar a Ele.

Acolhamos com abnegação todos os irmãos e irmãs sofredores, solitários, carentes, simples, sem lar, sem comida, sem teto, enfermos, abandonados, os menores, os fracos. Nestes é que Jesus se faz presente. "Quem acolhe o menor a mim acolhe" (Mc 9, 37).

Perguntaram a Jesus: “Senhor, quando te vimos com fome, e te demos de comer? ou com sede, e te demos de beber? E quando te vimos estrangeiro, e te hospedamos? ou nu, e te vestimos? E quando te vimos enfermo, ou na prisão, e fomos ver-te?” (Mt 25, 37-39). Jesus respondeu: “Em verdade vos digo que quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes.” (Mt 25, 40).

Que possamos acolher o rosto de Deus na pessoa de cada um que transita pela nossa vida, proporcionando um Natal tão divino, quanto humano.

Cristiano Oliveira

Nenhum comentário:

Cora Coralina

Loading...