sábado, 19 de janeiro de 2013

METADE EXISTENCIAL



Só pela margem da direita
esquentando os pés.

No chão quente desta terra distante
aonde minhas pegadas
marcam a estrada poeirenta
sofrida pelo calor, 
eu sou 
o recomeço!

Não posso me dar ao luxo
de uma sombra refrescante.
Aqui,
só existem fios de uma
rede de transmissão

Ilusoriamente,
os homens passam por aqui.
Só os pássaros são reais
no fim deste mundo
que mais me parece
a metade existencial.
A vida recomeça em cada
passo...

Crisjoli Fingal

Nenhum comentário:

Cora Coralina

Loading...