sexta-feira, 13 de abril de 2018

LEMBRANÇAS


Com o tempo,
não veremos mais as estradas,
pois cederão lugares
às novas construções. 
Serão edifícios. 
que esconderão as
lembranças antigas
Em que, os caminhos amarelados
às noites frias
guardavam barulhentos
retornos.
Teremos saudades,
dos movimentos
e das tardes desejadas.
E, das filosofias de idas e voltas
Chegará o tempo em que
Estas construções se envelhecerão
E, serão saudades.
Reformadas e planejadas
Guardarão histórias antigas
E novas...
Este tempo é agora
Em que tudo se renova e
Se faz...
Crisjoli Fingal

Nenhum comentário:

Cora Coralina

Loading...