quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Vou nas asas do Senhor


Venho fazer uma reflexão sobre a letra da música "Nas Asas do Senhor" de Celina Borges.
Hoje tive um dia muito cansativo, mas o suficiente para dar atenção às pessoas que querem desabafar. Falar um pouco de suas histórias, compatilhar suas dores e testemunhar, principalmente, sua fé.

A vitória é sempre motivo de alegria e certeza que vale a pena continuar a lutar. Todos nós passamos por tribulações. Desafios e obstáculos são situações humanas. Fazem parte da caminhada, cruzam o dia a dia daqueles que querem caminhar.
Quando ouvia a oração de Celina Borges, lembrava do testemunho de Ana, mulher forte que me surpreendeu com sua história de vida.

Ana sofreu muito no seu matrimônio, como muitas esposas, mulheres e donas de casa que passam por histórias semelhantes e/ou até mais sofredoras. Ana confiou muito em Deus. Abandonou as correntes do seu sofrimento. Somente em Deus conseguiu alcançar as alturas da sua liberdade. Voou nas asas da esperança e da fé.
"Vou voar como águia, pois confio no Senhor!"
A águia é o símbolo das coisas do alto. Visão de mundo. Voar como águia é ver o longe. Contemplar os horizontes e ver o além. Conseguir enxergar as coisas que estão além de nós mesmos. Voar com o Senhor é acreditar que o amanhã pode e deve ser diferente.
Um grande abraço a todos aqueles e todas aquelas que conseguem voar e alcançar as alturas. Para aqueles que estão no alto, na presença de Deus, nunca esqueçam de buscar e levar os outros para a autoestima. Há muitos precisando de uma mão forte, de um abraço amigo e de uma asa companheira-amiga para vencer e chegar aos braços de Deus.

Cristiano Oliveira.

2 comentários:

EFGoyaz disse...

Cansaço, sofrimento. Mas há fé, que vem para aliviar, água que refresca a alma. E aí me lembrei de outra Ana:
"Biquinha, és banho e refrigério, copo de água cristalina e azul para a sede de quem fez longa caminhada às vertentes do passado e volta vazia às origens da sua própria vida".

Anônimo disse...

Muitas vezes acreditamos que sozinhos podemos ir mais rápido... no entanto, as coisas ruins nos afastam dos nossos objetivos, e por isso, precisamos entender que juntos podemos ir mais longe. Se entregar nas asas do Senhor é voar além do que o humano pode chegar, é voar junto, buscar além do que nossos olhos podem ver. As coisas de Deus não foram feitas para serem compreendidas pelo humano, mas sim sentidas no coração.

Cora Coralina

Loading...