quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

CURVAS DA VIDA



Era uma simples bica d’água.
Que derramava água fresca
Lá embaixo formava
um pequeno córrego
Era apenas um córrego!
Eram brincadeiras e banhos

Outro córrego que nasceu
num quanto desconhecido...
Fizeram uma só vida!
Ouviram o chamado do rio
e, inocentemente, partiram...

Caíram na curva do rio
      e se foram...
              mais uma curva...
                    outras margens...

Já se vão décadas
Que a doce lembrança virou mar.
Águas do meu peito.
Mares de minha infância.
Rios do meu sertão.
Margem de minha juventude.
Descanso do meu ser criança.

Crisjoli Fingal

2 comentários:

"Alma Exposta" disse...

Poeta encantada...!!!
Sua Poesia é uma viagem entre campos e cascatas.
Encantada te sigo...

"Alma Exposta"
Poetas, Poemas e Poesias
http://haydeecerantola.blogspot.com

Crisjoli Fingal disse...

Obrigado Alma Exposta por estar aqui presente. Presença Encantada.

Cora Coralina

Loading...